Clique e ouça
Carregando ...
Apresentação
Emanuel-carneiro
Coluna do Emanuel Carneiro
09/12, 15:15 h / Atualizado em 09/12, 15:17 h

Galo cai na real...

Galo cai na real...

Bruno Cantini/Divulgação

O Atlético chegou perto mais uma vez e passou o ano em branco, criando falsas expectativas na torcida e com fracassos em campo nos momentos decisivos.

O presidente Daniel Nepomuceno apostou nas conquistas, montando um elenco dos mais caros do futebol brasileiro e sem resultados práticos.

Clayton se tornou uma grande decepção, Cazares não teve regularidade, Erazo se perdeu em muitos jogos, Carlos Eduardo não vingou, Dátolo não jogou. Junte a isso tudo as contusões e as convocações para seleções, no Brasil e na América do Sul.

Pelo quinto ano consecutivo o Galo chega à Libertadores: o que é inédito na história do clube. Esse foi, sem dúvida, o grande ganho da temporada. Agora é pensar, ter sorte e competência para melhorar os pontos fracos, um deles no meio-campo, a parte mais vulnerável do time.

Das divisões de base não dá para esperar muita coisa, é apenas razoável e não há nenhuma revelação para pleitear uma vaga de titular.

Roger vai mudar a forma do time jogar, com um fortalecimento de esquema defensivo, responsável, junto com o meio campo, pelos inúmeros e inexplicáveis resultados negativos.

O elenco atleticano é de boa qualidade, com jogadores experientes e com uma grande estrutura administrativa. Em 2016 não houve atraso de pagamentos, o que conta muito na hora de exigir dos jogadores. No lugar de cobradores, eles se transformam em cobrados. Faz a diferença.

A diretoria permanece praticamente a mesma dos tempos do Kalil e a esperada volta do Eduardo Maluf deve ser festejada. Maluf sabe o caminho das pedras.

A temporada 2016 deixa lições importantes para a diretoria, pois algumas definições precisam aparecer. Uma delas é acabar com a novela de indecisão entre jogos no Independência ou no Mineirão.

O clube não pode continuar jogando no Mineirão como se fosse visitante. É preciso habituar a torcida se identificar com um local preferido. Que tal uma pesquisa?

Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).

Ouvindo: