Clique e ouça
Carregando ...
Apresentação
Gustavo-lopes-pires-de-souza
Coluna do Gustavo Lopes
06/10, 12:05 h / Atualizado em 06/10, 12:06 h

Violência nos estádios é tema de encontro de juristas

Violência nos estádios é tema de encontro de juristas

A Academia Nacional de Direito Desportivo, em conjunto com os Institutos Brasileiro e Iberoamericano de Direito Desportivo, promoverá no dia 10 de outubro, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, reunião com grupo de notáveis para debater e buscar soluções para a violência nos estádios de futebol.

O grupo, capitaneado pelo presidente da Academia Nacional de Direito Desportivo (ANDD), o ministro Guilherme Caputo Bastos, é composto por grandes juristas como Leonardo Andreotti (presidente do IBDD), Luiz Marcondes (presidente do IIDD), Felipe Bevilaqua (procurador geral do STJD/CBF), João Bosco (auditor do pleno do STJD/CBF), Paulo Castilho (promotor de justiça – MP/SP), Paulo Bracks (diretor executivo da FMF), Rubem Lopes (presidente da Fferj), Roberto Cicivizzo (diretor jurídico da FPF), Ulisses Pascolati (juiz do Juizado do Torcedor de SP), Gustavo Delbin (supervisor jurídico do SPFC), Luiz Felipe Santoro (advogado do Corinthians), Maurício Correa da Veiga (diretor jurídico do Vasco), Marcelo Jucá (presidente do TJD/RJ), Ailton Alfredo de Souza (juiz do Juizado do Torcedor de SP), Fabiano Oliveira Costa (diretor jurídico do Cruzeiro), Sandro Avelar (delegado da PF), Agnaldo Fenelon (promotor de justiça – MP/PE), Antônio Testa (professor da UNB), Fabrício Trindade (diretor da ANDD), João Fiorentini (ex-comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios – RJ), Gustavo Souza (vice-presidente do IBDD), Celso Garcia (juiz do trabalho – TRT/GO), Wladymir Camargos (presidente da SBDD), Wanderley Godoy Junior (auditor do pleno do STJD/CBV), Felipe Tobar (advogado do Joinvile), Maria Fernanda Rolo (especializanda em gestão e negócios do esporte - FUMEC), dentre outros.

O objetivo deste primeiro encontro é iniciar uma série de debates a fim de buscar caminhos para combater a violência nos estádios de futebol.

A relação entre violência e esporte é complexa, com maior visibilidade no espetáculo futebolístico em razão de sua dimensão e importância como fenômeno sociocultural e da projeção do futebol-espetáculo.

Em virtude dessa complexidade, o seleto grupo de juristas notáveis das mais diversas áreas, cada uma a seu modo e sob seu prisma, buscarão identificar as origens e os motivos da violência no futebol, bem como apontar soluções.

Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).

Ouvindo: