Clique e ouça
Carregando ...
Apresentação
Jose-lino-souza-barros
Coluna do José Lino Souza Barros
14/02, 09:51 h / Atualizado em 14/02, 11:20 h

Uma narrativa em P (do barbeiro e escritor Dovílio Rodrigues)

Uma narrativa em P

Paulo Pirilo pagou pedágio. Profissional, pilotava primando pela prudência, pela perícia.

Plininho, percebendo pista plana, pediu pro papai para pilotar. Pai pensou, pensou... ‘Poucas pessoas pilotando pela pista...’ Pelo primeiro pedido, permitiu.

Plininho pilotava pelos pastos, pelas planícies. Porém, pouco praticava pilotagem por pista pavimentada, própria para preparar pilotos profissionais. Paulo parou, Plininho pulou, permutaram posições. Percy Penteado permaneceu pela parte posterior...

Plininho pegou Parati. Percy, preocupado, pois poderiam passar por possíveis perigos, pediu para Plininho pisar pouco. Porém, principiante para pistas pavimentadas, pé pesado, pouco prudente, pressionando pedal, pisou profundamente.

Passando por pedriscos perdidos pela pista (pouca porção), por pisar pesado, patinou perpendicularmente, passou pela pista para pedestre, perigando precipitar pelo precipício.

Pós passar pela pista para pedestre, pegou placa publicitária, posta presa por pontaletes plantados paralelos.

Praticamente perdido, pós piruetar, pendeu pela pirambeira, parando penso. Por pouco pararia pendurado, prensado por potente penedo (pesada pedra).

Prejuízos: painel partido, placa pendurada, piscas-piscas pararam piscação, porta prensada, porta-pneu possuindo pequenas pregas produzidas pela pancada, platinado perdeu platina, platô perdeu parafusos principais, pneus partidos, pintura perdida...

Paulo, Plininho, pávidos, pálidos pelo pavor passado, pularam primeiro! Porém, Percy, protegido pelo porta-pneu, pôde permanecer preservado.”

* Trecho do romance Pentapaixão, de 180 páginas com 20.267 palavras, todas começadas com a letra P.

Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).

Ouvindo: