Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Mais notícias

'Eu acredito' – Parte 3

E foram duas noites em só um dia. Foi o que o atleticano viveu nessa quarta-feira (23). Dia da primeira partida da final da Copa do Brasil, ansiedade...

24/11/2016 às 08:07
'Eu acredito' – Parte 3

Foto: Bruno Cantini/Divulgação

E foram duas noites em só um dia. Foi o que o atleticano viveu nessa quarta-feira (23). Dia da primeira partida da final da Copa do Brasil, ansiedade, churrasco e cerveja com os rivais, mosaico e empolgação. Tudo isso antes de a bola rolar. Depois do apito final, com o resultado de 3 a 1 para o Grêmio, a frustração.

Talvez os jogadores não tenham entendido o real sentido do mosaico. Eram 50.586 torcedores erguendo mais de 50 mil papeis com os dizeres "Raça, Lutar, Paixão e Fé... Aqui é Galo". Um trabalho que durou de 19 horas de montagem, coordenado pelo torcedor Thiago Scap. Faltaram luta e raça em campo. Sobraram paixão e fé ao torcedor.

Por outro lado, o Grêmio esbanjou vontade e entrega. A entrega foi tanta que Pedro Rocha fez o gol, tirou a camisa e levou um cartão amarelo que colaborou com a sua expulsão mais tarde. E a empolgação não foi só dos jogadores. Renato Gaúcho comemorou tanto o gol de Everton que chutou um copo de água, acertando o capacete de uma policial militar.

Após o jogo, o treinador gremista manteve o pé no chão (o mesmo que ele chutou o copo!) e disse que não há nada ganho. Ele reconhece a vantagem e o adversário que tem. Gaúcho sabe que quando se trata de reverter vantagens, o Atlético conta com a importante ajudinha de um amuleto.

Para a partida de volta, em Porto Alegre, o Atlético precisa derrotar os gaúchos por três gols de diferença. Caso vença por vantagem de dois, a taça será decidida nos pênaltis, já que desde a edição 2014 o gol fora de casa não serve como critério de desempate na final da competição.

O técnico para este jogo não será Marcelo Oliveira, que foi demitido na tarde desta quinta-feira. E ficam algumas perguntas: será que era o único culpado? Será que, sem ele, algo será mudado? Todos os jogadores são excelentes e não têm nenhuma responsabilidade? O Atlético tem um dos melhores times do país, mas está longe de ser o elenco ideal. Tanto que não está mais na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. Marcelo Oliveira ficou por 6 meses no Atlético e conviveu com inúmeras lesões de atletas. Ele sai deixando o clube, no mínimo, com o vice da Copa do Brasil e entre os quatro primeiros do Brasileirão. A responsabilidade dele é relativa. Dividam a responsabilidade entre todos.

Como disse o comentarista da Itatiaia, Leo Figueiredo, em um post no Twitter:

Não queria estar na pele do presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno. Como ele disse na coletiva da tarde desta quinta-feira: futebol tem que ter resultados.

Já disse, em outra oportunidade, que não concordo com tantas demissões de técnicos em uma temporada. Não tem sequência no clube, não tem tempo para trabalhar; em um momento servem para o time e, em outro, não mais. E após uma temporada fora, voltam para o time que um dia o dispensou. Vai entender.

Agora, mais uma vez, o time alvinegro canta o "Eu acredito", lema que tanto deu certo na campanha dos títulos da Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014. Mas não basta somente o torcedor – que veste a camisa, chora, pinta o rosto, elabora mosaico, vai pra rua de fogo – acreditar. É preciso que aqueles que ganham salários astronômicos e são considerados o melhor elenco do Brasil também acreditem e façam por onde. Acreditar é preciso, mas jogar bola é fundamental.

#ItatiaiaNasRedes

RadioItatiaia

Presidente da Copasa confirma aumento do valor da conta de água em maio: https://t.co/WKtamfOxiS https://t.co/TXo3UAPMB1

Acessar Link

RadioItatiaia

Carreta com 26 toneladas de minério tomba e fecha pista principal do Anel Rodoviário -https://t.co/d9v10HbTLY https://t.co/WYPG93tCSk

Acessar Link

RadioItatiaia

“Se eu puder dizer, a melhor fórmula é a do voto majoritário” - http://migre.me/wioBl

Acessar Link

RadioItatiaia

Dos 53 parlamentares mineiros, 45 votaram. 26 foram a favor da terceirização.18 se posicionaram contra. Um se absteve -http://migre.me/winkh

Acessar Link