Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Futebol, amizade, política à parte

Futebol, amizade, política à parte

23/03/2017 às 07:10
Futebol, amizade, política à parte

O Cruzeiro anunciou nessa quarta-feira (22) a saída do superintendente de futebol Sérgio Santos Rodrigues. De acordo com o clube, a iniciativa partiu do próprio dirigente que alegou motivos pessoais em uma reunião com o presidente Gilvan de Pinho Tavares e o vice José Francisco Lemos.

Sérgio deixa a superintendência dias depois de se manifestar contrário à proposta de reforma no estatuto do clube e declarar apoio à volta de Zezé Perrella à presidência do Cruzeiro. No manifesto, o ex-dirigente, que é conselheiro nato, justificou o motivo de ser contrário às eventuais alterações: “Não é em razão de A ou B, mas como o estatuto já foi alterado de forma debatida e aprovada por todos, sou contra uma nova mudança às vésperas da eleição atual. Causa insegurança se alterar novamente o estatuto duas eleições depois”.

O estatuto vigente determina que somente conselheiros beneméritos (ex-presidentes do clube e do conselho deliberativo) e natos podem candidatar-se à presidência.  

A polêmica da questão se dá pelo fato do vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin, ter tornado público o interesse em ser candidato com o apoio do Dr. Gilvan e do Dr. Francisco Lemos. Pelo atual estatuto, Bruno não está apto, já que é conselheiro efetivo. 

O atual estatuto foi alterado em 2011. Naquela oportunidade houve discordância.  A principal reclamação era a mudança na Letra B, item I do artigo 21, que permitia a reeleição do Presidente, do Vice-Presidente e do 1º e 2º Secretários do Conselho. 

O documento, segundo a oposição, ainda listava as seguintes irregularidades: 

•    No item I do Artigo 8º, fora alterada a data de eleição dos membros efetivos e suplentes do Conselho Deliberativo do Cruzeiro Esporte Clube para o mês de Dezembro, o que fere a disposição do Art. 3º do Regimento Interno do Conselho Deliberativo do Clube;

•    No parágrafo 3º do Art. 18, passou a constar, irregularmente, que o Associado Conselheiro Nato e Associado Conselheiro, contratado como empregado do clube perderá o mandato, enquanto no texto primitivo (que neste ponto não foi alterado) consta que o Associado Conselheiro Nato apenas teria o mandato suspenso.

Essa alteração foi tão conturbada que o então juiz da 5ª vara cível de Belo Horizonte, Antônio Belasque Filho, deferiu uma liminar confirmando que as alegações da oposição comprovam que a Assembleia Geral Extraordinária para fins de alteração do antigo estatuto, realizada no dia 18 de julho de 2011, apresentava um texto diferente do que foi registrado em cartório.  Na época, os comentários eram que isto seria uma manobra para impedir a eleição de pessoas próximas ao então presidente Zezé Perrela. 

O certo é que o atual modelo foi votado e aprovado pelo conselho. Inclusive pelo presidente Gilvan e o vice Francisco Lemos. Fato este que não os impedem de mudar de ideia e que hoje tenham o entendimento que o melhor para o clube é a flexibilização do estatuto. Muitas opiniões podem e devem ser alteradas. 

Mas mudar o estatuto de novo? Isso não pode ser costumeiro para atender interesses a cada eleição. Gente, se organizar, todo mundo manda.

O que é preciso levar em consideração neste momento é que os envolvidos no processo eleitoral do clube tenham o discernimento que o Cruzeiro deve estar sempre à frente destas situações. Compreensível que um clube tão importante como o Cruzeiro tenha tantas pessoas interessadas no cargo. 

Mas é bom ressaltar que quando os bastidores estão conturbados, os resultados acabam refletindo em campo. Bom cuidar para que isto não chegue às arquibancadas que é um termômetro do time e que sempre age pela paixão. É preciso lutar por uma diretoria digna e do tamanho da entidade. 

Este é um ano que começou muito bem para o Cruzeiro. E o torcedor está torcendo por dias ainda melhores e as pretensões políticas não podem, e não devem, atrapalhar o futebol!

#ItatiaiaNasRedes

RadioItatiaia

Total de desempregados cresce e já atinge 14,2 milhões de pessoas no país, aponta IBGE: https://t.co/QDCwfCWPeB https://t.co/UFqQ8VrXmm

Acessar Link

RadioItatiaia

RT @claudiorez: Roger Machado fala agora em coletiva aqui na Cidade do Galo. @radioitatiaia https://t.co/X0UVIT9JQZ

Acessar Link

RadioItatiaia

Bandidos assaltam farmácia e atiram em cliente na Região Metropolitana de Belo Horizonte: http://bit.ly/2oPF7Ii

Acessar Link

RadioItatiaia

Ouça o resumo sobre os principais pontos de manifestações na Grande BH - http://migre.me/wwroH

Acessar Link