Notícias

Advogados negam participação da prefeita de Santa Luzia em crime e cobram apuração sobre sigilo

Por Redação , 20/04/2017 às 09:43
atualizado em: 20/04/2017 às 16:15
Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Reprodução
Reprodução

Advogados da prefeita de Santa Luzia, Roseli Pimentel (PSB), cobram apuração sobre a quebra de sigilo em processo da Justiça que autoriza a investigação por um suposto envolvimento dela na morte do jornalista Maurício Campos Rosa, dono do jornal O Grito. As informações sobre o caso foram divulgadas no site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), no começo deste mês. 

Marco Aurélio Carvalho, um dos advogados da prefeita, ressalta que Roseli é a principal interessada no esclarecimento do caso. Ele classifica o vazamento das informações de irresponsável. Segundo ele, Roseli é apenas citada no caso e não investigada.

“A prefeita recebeu, de fato, com bastante indignação e surpresa a notícia de que, supostamente, estaria sendo investigada no bojo de um inquérito. Evidentemente, ninguém está acima da Justiça e as investigações são muito bem-vindas. Nesse caso em especial, a maior interessada é a prefeita, que sabe que não cometeu absolutamente nenhum tipo de conduta tipificada ou tipificável do ponto de vista criminal”, garante Carvalho. 

Outro advogado de Roseli Pimentel, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardoso, cobra punição para responsáveis pelo vazamento de informações do caso. “Achei muito estranho esse inquérito, porque realmente não me parece que efetivamente tenha nenhuma possibilidade da prefeita está envolvida nesse caso. Agora, o que mais me estranhou, e isso tem que ficar muito claro, é que, pelo menos ao que se sabe, esse inquérito está sob sigilo. Como é que se obteve cópias desse boletim de ocorrência? Como é que isso está sendo colocado na internet? Quem fez isso? Quem é que quebrou esse sigilo? Porque quebrar sigilo é crime e quem quebra sigilo responde por isso. Responde do ponto de vista criminal, responde do ponto de vista civil”, disse Cardoso.

'Absurdo'

Procurada pela reportagem da Itatiaia na semana passada, a prefeita negou qualquer envolvimento no crime. “Não tenho nada a dizer sobre um caso de forjamento de testemunhas por uma pessoa que disputou, perdeu as eleições e não se conformou até hoje! Meus advogados já estão munidos de provas contra o abuso de poder. Só o que sei até o momento”, disse a prefeita à Itatiaia. “Moro nesta cidade há 43 anos, professora. Nunca fiz mal a ninguém. Muito menos mandar tirar a vida de uma pessoa! É total absurdo e tudo será esclarecido e os culpados punidos”, concluiu.  

#ItatiaiaNasRedes

RadioItatiaia

Mano divulga lista do Cruzeiro para final com Robinho, Ezequiel e Thiago Neves: https://t.co/F3LDsXC09l https://t.co/5mbTGbWkZ2

Acessar Link

RadioItatiaia

Justiça derruba liminar que proibia companhias aéreas cobrar por mala: https://t.co/lrker9oamt https://t.co/8P7duPqtF6

Acessar Link

RadioItatiaia

PM explica esquema de segurança para o clássic deste domingo, no Mineirão:

Acessar Link

RadioItatiaia

Polícia Militar fala sobre segurança nas finais do Campeonato Mineiro, agora, no programa Tolerância Zero:

Acessar Link