DuelBet - Maxi - Pos 1 - Internas

Notícias

Alimentos e conta de luz mais caros pressionam IPC-C1 de junho, afirma FGV

Por Agência Estado, 05/07/2018 às 09:58
atualizado em: 05/07/2018 às 11:24

Texto:

As famílias de baixa renda gastaram mais com alimentação e energia elétrica em junho, o que pressionou o Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) no mês, informou nesta quinta-feira (5) a Fundação Getulio Vargas (FGV). O IPC-C1 saiu de uma alta de 0,60% em maio para uma elevação de 1,52% em junho.

Seis das oito classes de despesa registraram taxas de variação mais elevadas: Alimentação (de 0,50% em maio para 2,31% em junho), Habitação (de 1,02% para 2,36%), Educação, Leitura e Recreação (de -0,37% para 0,51%), Transportes (de 0,64% para 0 73%), Despesas Diversas (de 0,11% para 0,23%) e Comunicação (de -0,06% para 0,15%). 

Os destaques partiram dos itens aves e ovos (de -1,25% para 10 23%), tarifa de eletricidade residencial (de 5,25% para 9,34%), hotel (de -4,95% para 2,95%), gasolina (de 2,64% para 4,25%), alimentos para animais domésticos (de 0,01% para 0,93%) e mensalidade para internet (de -0,04% para 0,42%). 

Por outro lado, as taxas foram menores em Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,66% para 0,15%) e Vestuário (de 0,35% para 0,27%) sob influência de itens como artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,75% para -0,54%) e calçados infantis (de 1,48% para -0,07%).

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz levantamento. https://t.co/SctGMaOBAh https://t.co/la4t7WrUCG

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Recorrência... 'Sabia que seria um ambiente difícil, mas no meio do caminho percebi que seria pior. '. Leia mais!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Mais de 80% da procura por hospitais e centros de saúde só acontece quando o paciente já tem quadros mais graves, como infarto e arritmia cardíaca.

    Acessar Link