Notícias

Atraso de repasse pode deixar professores do interior de Minas sem salário

Por Redação , 11/07/2018 às 09:07
atualizado em: 11/07/2018 às 09:12

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

A crise financeira que se instalou nas prefeituras do interior de Minas por falta de repasse de recursos pelo governo de Minas vai deixar os professores sem salários a partir de agosto. O alerta é do presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) Julvan Lacerda, que também é prefeito de Moema, Região Central.

Segundo a AMM, a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), usado para o pagamento dos profissionais e para a manutenção do ensino, chega a R$ 2 bilhões. 

“Vou te dá certeza que as prefeituras não conseguem pagar esse mês. Para pagar o mês passado já tivemos que usar recurso próprio, mas não temos recursos próprios para usar um mês e depois outro”, reclama.

“Essa retenção que o governo está fazendo toda semana dos 20% do ICMS, do Fundeb, já está comprometendo. Hoje os professores da rede estadual estão entrando em greve e daqui a pouco os da rede municipal também vão entrar. Culpa do governador do Estado.

Em nota, o governo do Estado alega que o atraso nos repasses às prefeituras está atrelado ao déficit de R$ 8 bilhões e que os pagamentos são regularizados de acordo com a disponibilidade de caixa. 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️Em texto de despedida, Róger Guedes agradece torcida e enaltece Atlético: ‘Maior clube de Minas’… https://t.co/RXuGdUmMy5

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atacante foi oficializado neste domingo como novo reforço do Shandong Luneng, da China

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Se passar pelo Atlético-PR, nesta segunda-feira, pela Copa do Brasil, o time celeste fará 14 partidas no período de 45 dias

    Acessar Link