DuelBet - Maxi - Pos 1 - Internas

Notícias

Reunião para discutir clássico tem polêmica sobre ingressos e entrada de bandeiras e instrumentos

Por Redação, 14/09/2018 às 11:54
atualizado em: 14/09/2018 às 11:55

Texto:

Foto: Divulgação
Divulgação

A reunião para definir os detalhes do clássico entre Atlético e Cruzeiro, neste domingo (16), no Mineirão, foi realizada na Federação Mineira de Futebol (FMF) na tarde desta quinta-feira. A Raposa trabalha com uma previsão de 50 mil torcedores, sendo 5.940 ingressos destinados para o Galo. Houve polêmica durante a reunião. 

O clube alvinegro, por meio de nota, reclamou de algumas atitudes que foram tomadas pelo Cruzeiro. A principal delas é de que o clube celeste não disponibilizou os dados bancários para que o time deposite o dinheiro para possibilitar a aquisição das entradas, o que causa atraso na venda dos ingresso. Outra queixa foi em relação aos valores das entradas, de R$ 240 e R$ 150.

"O mandante do clássico se recusou, injustificadamente, a apresentar os dados bancários e a cumprir os demais dispositivos regulamentares acerca do direito do clube visitante ao percentual de 10% dos ingressos. Igualmente, descumpriu o regulamento ao fixar valores abusivos e superiores para a torcida do Atlético, o que não vamos tolerar", afirma o Atlético.

O clube também declarou que já encaminhou medidas legais cabíveis e aguarda a comunicação das autoridades sobre a reclamação. Assim que a decisão sair, será informado se haverá ou não venda dos bilhetes a que tem direito, além das condições de venda, como datas, locais e valores.

Além da questão dos ingressos, outra situação gerou polêmica: a Raposa quer a proibição da entrada de faixas, bandeiras e instrumentos no estádio. Para o gerente de futebol do clube, Marcone Barbosa, é uma questão de direitos iguais. “Toda vez que a torcida do Cruzeiro vai ao Independência infelizmente é impedida de levar instrumentos, bandeiras, faixas e a intenção da diretoria é que a mesma coisa aconteça nos jogos no Mineirão. Uma equipe de seguranças já vai montar um esquema especial para evitar que esses equipamentos entrem no estádio."

O vice-presidente do Galo, Lázaro Cândido da Cunha, rebateu dizendo que o Cruzeiro não tem poder de veto. “Ouvi a posição da Minas Arena, não há impedimento técnico, a polícia também não colocou qualquer impedimento técnico, então o clube mandante não pode fazê-lo, ele não tem autorização para isso. Quem não tem poderes não tem como proibir. O torcedor do Atlético seguramente pode levar instrumentos e bandeiras.”

Venda de ingressos

A venda de ingressos começou na tarde dessa quarta-feira (12) para os sócios-torcedores da Raposa pelo do site sociocincoestrelas.com.br. A venda física começa sexta-feira (14), a partir das 10h, nos tradicionais postos do clube. Os preços variam de R$ 20,00 a R$ 240,00.

No domingo (16) a esplanada do Mineirão abre às 13h e os portões de acesso ao estádio, às 14h. A torcida do Atlético deve se concentrar no Ginásio do Mineirinho para acessar o estádio escoltada pela Polícia Militar.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Após expulsão injusta de Dedé, Grêmio cobra união dos clubes brasileiros; 'o interesse é individual e não coletivo'… https://t.co/GPyGkwn1JQ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    🚦O condutor era Jeferson Santos, de 22 anos. Ele não resistiu aos ferimentos.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Entidades de defesa do consumidor alertam sobre os cuidados que devem ser adotados na hora de comprar pela internet. Fique por dentro!

    Acessar Link