Notícias

O PT foi o partido mais beneficiado (R$ 200,2 milhões), seguido por PMDB (R$ 112,9 milhões), PSD (R$ 85 milhões), PP (R$ 81,6 milhões), PSDB (R$ 80,5 milhões), PR (R$ 63,7 milhões) e DEM (R$ 39,4 milhões).

Governo Federal

Por Agência Estado , 13/12/2016 às 12:55
atualizado em: 13/12/2016 às 13:50

Às vésperas do encerramento do ano parlamentar e da votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o presidente Michel Temer liberou R$ 1,2 bilhão de emendas parlamentares destinadas ao Ministério da Saúde. O montante refere-se às emendas impositivas, aquelas que o Planalto é obrigado a liberar.

O PT foi o partido mais beneficiado (R$ 200,2 milhões), seguido por PMDB (R$ 112,9 milhões), PSD (R$ 85 milhões), PP (R$ 81,6 milhões), PSDB (R$ 80,5 milhões), PR (R$ 63,7 milhões) e DEM (R$ 39,4 milhões).

Também houve repasses aos senadores, que votam nesta terça-feira o 2º turno da PEC que limita os gastos públicos. O maior desembolso foi para o PMDB: R$ 32 milhões. O PSDB receberá R$ 29 7 milhões, o PT, R$ 22,3 milhões e o PP, R$ 20,3 milhões.

#ItatiaiaNasRedes

RadioItatiaia

Carreta com 26 toneladas de minério tomba e fecha pista principal do Anel Rodoviário -https://t.co/d9v10HbTLY https://t.co/WYPG93tCSk

Acessar Link

RadioItatiaia

Lucas Silva manda recado para Everton Ribeiro: ‘Se vier para o Brasil, venha para o Cruzeiro’ -… https://t.co/r8IyDwkhj9

Acessar Link

RadioItatiaia

“Se eu puder dizer, a melhor fórmula é a do voto majoritário” - http://migre.me/wioBl

Acessar Link

RadioItatiaia

Dos 53 parlamentares mineiros, 45 votaram. 26 foram a favor da terceirização.18 se posicionaram contra. Um se absteve -http://migre.me/winkh

Acessar Link