Clique e ouça
Carregando ...
Apresentação
por Editoria de web em Esporte / Atualizado

Thiago Neves garante estar bem fisicamente e planeja jogar já na estreia do Mineiro

Reforço do Cruzeiro para 2017, o meia Thiago Neves ainda não desembarcou em Belo Horizonte, mas já mandou seu recado para avisar que os meses em que ficou afastado do Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, não atrapalharam a parte física. Dedicado nos treinos com o preparador particular, o jogador garantiu que aguenta o ritmo forte da pré-temporada e planeja até estar na estreia da equipe na temporada, no dia 29 de janeiro, contra o Villa Nova, pelo Campeonato Mineiro.

“Estou pronto para jogar. Não parei em nenhum momento. Mesmo quando minha situação no Al Jazira estava para se resolver, nunca parei os treinos. Treinava no próprio clube e com um preparador físico brasileiro, amigo meu, que mora em Abu Dhabi. Estou treinando em dois períodos, não parei. Pela parte física não haverá problema. Espero que apenas resolva a documentação o mais rápido possível para, quando chegar, treinar e conhecer todo o grupo”, declarou em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

“Quero poder estrear, quem sabe, dia 29, no primeiro jogo. O quanto antes eu estrear, melhor. Devo sentir mais pela readaptação ao futebol brasileiro, mas não haverá problema algum. Não vou levar muito tempo para me readaptar. É mais questão de entrosamento com a rapaziada e pegar logo o ritmo de jogo”, acrescentou.

Thiago Neves está fora do Brasil desde 2013, quando se transferiu do Fluminense para o Al Hilal, da Arábia Saudita. Em 2015, foi para o Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, onde permaneceu até acertar por três temporadas com o Cruzeiro.

O jogador listou alguns fatores que o fizeram retornar ao país e acertar justamente com o Cruzeiro. “Me dediquei em voltar ao Brasil agora porque já vinha conversando com o Cruzeiro. Foi um negócio interessante, sempre com muito respeito. É um clube vencedor, ganhador, que está com um projeto muito bom, que tem vários jogadores de qualidade, e está com o pensamento de ganhar tudo nos próximos anos. Isso me fez interessar muito em voltar ao Brasil agora”, afirmou.

Campeão da Copa do Brasil em 2007 e Brasileiro em 2012, ambos pelo Fluminense, Thiago Neves agora quer ganhar títulos no país com outra camisa. “Escolhi o Cruzeiro porque é uma camisa muito forte no futebol brasileiro, um clube muito grande, com muitas conquistas. Tenho certeza que neste ano de 2017, pelo time que está se montando, pelos jogadores que estão chegando, que algum título importante vamos conquistar. Também já tinha trabalhado com o Mano, tenho alguns amigos no time e o elenco também conta com vários jogadores de qualidade”, observou.

Relação com Mano Menezes

Thiago Neves teve uma relação próxima com o técnico Mano Menezes, que sempre foi admirador do futebol do meia, tanto que o convocou em algumas oportunidades para a seleção brasileira. A reedição da parceria é vista com grande felicidade por parte do jogador.

“Fico bastante feliz em poder trabalhar com o Mano e o Sidnei [Lobo, auxiliar técnico] de novo. O Mano reabriu as portas para mim na seleção. Sou muito grato por tudo que ele fez por mim. É um treinador de alto nível, campeão, que tem uma comissão competente, que é o mais importante para conseguirmos as vitórias e os títulos. Estou muito feliz por fazer parte de um grupo muito forte e por estar nas mãos de uma comissão técnica de primeira linha”, reforçou.

Vibrou com anúncio do presidente em missa

Assim como a torcida, Thiago Neves conta que vibrou quando o presidente Gilvan de Pinho Tavares citou seu nome na missa em celebração aos 96 anos da instituição.

“Vibrei junto. Fiquei muito feliz quando ouvi a repercussão na missa, com todo mundo gritando meu nome e feliz com minha chegada. Podem ter certeza que vou me entregar ao máximo e fazer o possível para que nós, juntos, possamos conquistar os títulos. Vou dar meu máximo em campo para fazer a torcida do Cruzeiro muito feliz”, projetou.

Recado para a torcida

Ansioso para chegar à Belo Horizonte, Thiago Neves mandou um recado para a torcida celeste: “Nação Azul, muito obrigado pela recepção. Daqui a pouco a gente vai estar junto e podem ter certeza que neste ano seremos campeões, podem escrever, vamos comemorar juntos. Se Deus quiser, vamos vibrar muito neste ano.”

Foto: Divulgação/Cruzeiro

Comentários

Aviso: O espaço abaixo é destinado para debatermos o tema e criticar ideias. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira alguma. Por isso, nos damos ao direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

Ouvindo: