Notícias

Vida sexual ativa na terceira idade é importante para a saúde

Por Jacqueline Moura, 28/06/2018 às 11:15
atualizado em: 28/06/2018 às 11:54

Texto:

Carlos Drumond de Andrade já dizia que “o Amor é privilégio de maduros” em "Amor e Seu Tempo". De acordo com pesquisa recente do Instituto Datafolha, pouco mais da metade dos idosos relata que costuma ter relações sexuais (53%). O resultado mostra que a redução da prática sexual é gradativa. Na faixa de 55 a 59 anos, 75% dizem que costumam fazer. Na de 60 a 70, o índice cai a 58% e, depois, a 43% na de 71 a 80 anos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem hoje 26 milhões de pessoas acima dos 60 anos, e esse número deve chegar aos 37 milhões em 2027. 

Segundo Ana Lúcia Ribeiro Valadares, ginecologista e pesquisadora sobre envelhecimento da Associação dos Ginecologistas e Obstetras de MG, é possível ter uma vida sexual ativa na terceira idade, mas os idosos devem ter consciência da necessidade de adaptações. 

“A sexualidade é de extrema importância à medida que a pessoa envelhece, é uma energia de vida. O contato afetivo, o contato da pele é importante para se manter a vontade de viver e a alegria da vida. Pra se ter uma vida sexual saudável na terceira idade, a preocupação com a saúde física e mental é muito importante”, afirma a médica. 

Mas a especialista alerta para o uso de estimulantes sexuais que podem ser importantes, mas devem ser usados somente com acompanhamento médico. “Os medicamentos usados para ajudar no desempenho sexual podem ser interessantes, desde que tenham recomendação médica e que os riscos e benefícios sejam avaliados para cada paciente”, alerta a médica Ana Lúcia Ribeiro.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Maior financiador de campanhas, empresário doa R$ 6,3 milhões a 50 candidatos. https://t.co/bbEEbYr6MF https://t.co/tYNEHNlNEt

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Recorrência... 'Sabia que seria um ambiente difícil, mas no meio do caminho percebi que seria pior. '. Leia mais!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Mais de 80% da procura por hospitais e centros de saúde só acontece quando o paciente já tem quadros mais graves, como infarto e arritmia cardíaca.

    Acessar Link