Ouça a rádio

Compartilhe

Wellington Paulista vibra com retorno ao time titular e atuação contra o Botafogo

Camisa 9 marcou o primeiro gol da vitória do Coelho diante do time da estrela solitária  

O centroavante foi um dos destaques da vitória do Coelho sobre o time da estrela solitária

Além de quebrar um jejum de vitórias e de gols do América, que já durava cinco partidas, a vitória do Coelho por 3 a 0 sobre o Botafogo, na última quinta-feira (30), no Independência, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, foi marcante para o atacante Wellington Paulista.

Autor do primeiro gol do Alviverde, logo aos seis minutos do primeiro tempo, o jogador fez sua primeira partida como titular após deixar o departamento médico.

O camisa 9 americano ficou três meses parado por conta de duas lesões na coxa. O primeiro problema muscular foi no fim de março, contra o Barcelona-EQU, pela fase preliminar da Libertadores. Voltou um mês depois, na partida diante do Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro, mas ficou em campo por alguns minutos e se machucou novamente.

Desde que se recuperou, havia atuado em quatro partidas, todas sendo acionado no segundo tempo.

Já o último gol havia acontecido há ainda mais tempo. A última bola na rede de WP9 tinha sido na vitória do Coelho por 3 a 2 sobre o Guaraní, do Paraguai, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no dia 2 de março, no jogo de volta da segunda fase da Copa Libertadores.

“Depois do jogo do Barcelona eu não joguei mais. Fiquei muito tempo fora e perdi a forma física, perdi músculo. Tive que ir recuperando aos poucos. Depois que voltei, fui entrando aos poucos nos jogos, o Mancini veio me preparando para jogar os 90 minutos. Cansei um pouco, o que é natural, são quase três meses sem jogar. Mas foi bom, eu consegui me movimentar bem. Sabia que iria cansar pelo tempo parado, mas o importante foi a vitória", disse Paulista, após o jogo contra a equipe carioca.

Redenção

Em mau momento na temporada, o América chegou muito pressionado para o confronto com o Botafogo.

Diante desse cenário, Wellington Paulista comemorou o triunfo conquistado no Independência.

“A gente precisava da vitória. Acho que o mais importante foi o gol rápido que a gente fez no começo do jogo pra dar tranquilidade pra gente arrumar os contra-ataques e ter a posse de bola. A gente sabia que iria sofrer contra um time de muita qualidade, de jogadores jovens e rápidos. Mas a gente conseguiu ter a postura certa para atacar bem e contra-atacar também para fazer os gols necessários”.

Animado com a vitória sobre o Botafogo, o América volta o foco para o Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, o time comandado pelo técnico Vagner Mancini receberá o Goiás, às 18h, pela 15ª rodada da competição, novamente no Horto, em confronto direto para se afastar da zona de rebaixamento.

Com 15 pontos, o Coelho é o primeiro time dentro do Z-4, na 17ª colocação.

O Esmeraldino, por sua vez, ocupa a 14ª posição, com 17 pontos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store