Ouça a rádio

Compartilhe

Atlético monitora manifestações no Equador, mas não teme adiamento de duelo da Libertadores contra o Emelec 

Guayaquil, local de Emelec x Atlético, é uma das cidades em que o povo equatoriano vai às ruas protestar contra o governo

Protestos no Equador fizeram com que a Federação do país suspendesse partidas da Copa nacional

Na próxima terça-feira (28), o Atlético volta a entrar em campo pela Libertadores, e inicia a jornada nas oitavas de final do torneio de clubes mais importante da América do Sul. Porém, no Equador, país do primeiro confronto, manifestações populares podem ser ameaça para a realização da partida contra o Emelec, marcada para Guayaquil.

Os protestos em todo o país começaram há dez dias, devido à crise econômica. O aumento no preço dos combustíveis foi a gota d´água para esgotar a paciência dos equatorianos. Com o povo na rua, a Federação local suspendeu os jogos da Copa do Equador. A previsão é que a bola volte a rolar em 8 de julho.

Além de Emelec x Atlético, o país terá, dois dias depois, o confronto entre Independiente del Valle x Lanús, da Argentina, na primeira partida das oitavas da Sul-Americana.

A diretoria do Atlético monitora a situação e, até o momento, não recebeu nenhuma informação da Conmbebol, entidade que tem a chancela da competição, que cause preocupação ou que coloque em xeque a realização do duelo da próxima semana.

20.06.22 Guayaquil Equador agora à noite .. manifestação contra o governo de Guillermo Lasso pic.twitter.com/c4eDtU2SzP

— Fernanda Picchirulle Tonelli C. MacMillan (@floresdepapel6) June 21, 2022

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido