Ouça a rádio

Compartilhe

Travesti é condenada a 8 anos de prisão por matar colega durante briga em show de axé em Belo Horizonte  

O crime aconteceu em agosto de 2014 no bairro Sagrada Família, região leste de BH

Andressa Demétrio foi condenada a 8 anos de prisão por matar colega durante briga em show de axé em Belo Horizonte

A travesti Andressa Demétrio, 33 anos, que matou a facadas uma colega, também travesti, foi condenada, nesta sexta-feira (5), a oito anos e três meses de prisão pelo assassinato de Cleibe Gonçalves Júnior, conhecida como Samanta.

As duas brigaram na saída de um show de axé em agosto de 2014, no bairro Sagrada Família, região Leste de Belo Horizonte. A ré confessou que pegou uma faca em uma lanchonete durante a briga e atingiu a rival, o que lhe causou a morte.

Conforme denúncia do Ministério Público (MPMG), Andressa e vítima se desentenderam durante o show, dentro do estádio Independência, no bairro Sagrada Família, região Leste de Belo Horizonte. A ré contou que conhecia a vítima de um ponto de prostituição e que, durante o show, discutiu com a vítima e trocaram agressões. Disse também que, fora do estádio, ao sair do evento, foi ameaçada pela Samanta e por outras pessoas que estavam com ela.

Após a condenação dos jurados, a juíza Fabiana Cardoso Gomes Ferreira determinou que Andressa cumpra pena em regime semi-aberto, pois já cumpriu parte da pena preventivamente. A ré terá o direito de recorrer em liberdade.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store