Ouça a rádio

Compartilhe

Varíola dos macacos: número de confirmados passa de 80 e de suspeitos chega a quase 300 em Minas

Belo Horizonte é a cidade do estado que mais registra casos, com 58 pacientes diagnosticados com a doença 

Pacientes são homens com idades entre 21 e 55 anos

Minas Gerais está investigando 291 casos suspeitos de varíola dos macacos - Monkeypox -, de acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgados na tarde desta sexta-feira (5). Além disso, o número de confirmações passou de 75 para 81 e o de prováveis permaneceu em dois. Todos os pacientes realizaram exames laboratoriais na Fundação Ezequiel Dias (Funed).

De acordo com a pasta, os diagnosticados são do sexo masculino, possuem entre 21 e 55 anos e estão em boas condições clínicas. “Em todas as situações, os contactantes estão sendo monitorados pelas Secretarias Municipais. Somente o município de Belo Horizonte apresenta transmissão comunitária”, destacou em nota.

A primeira morte em decorrência da doença no país foi registrada em Belo Horizonte no dia 28 de julho. Trata-se de um homem, de 41 anos, que morava na capital e era natural de Pará de Minas, no Centro-Oeste do estado. A vítima possuía câncer e sofria de um caso grave de imunossupressão.

Casos

Belo Horizonte lidera o número de casos confirmados e suspeitos no estado. Ao todo, a capital possui 58 pacientes com diagnósticos positivos e 129 em investigação.

Além disso, outros 15 municípios também têm registros da doença. São eles: Santa Luzia (4), Contagem (3), Ribeirão das Neves (2), Sete Lagoas (2), Betim (1), Governador Valadares (2), Bom Despacho (1), Cataguases (1), Janauba (1), Juiz de Fora (1), Mariana (1), Uberlândia (1), Poços de Caldas (1), Pouso Alegre (1) e Teófilo Otoni (1).

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store